• REDAÇÃO MARKET9

Sou filho de Rei e de Guerreira

Dezembro 03,2019 - Jack Teodoro | Famigerado Caderno


O Cavaleiro da Luz Azul .




Vai

Levanta-te

Por um momento

Perderam a fome de guerra


Deixe seu escudo

Deixe pra trás

Deixe sua espada

Deixe pra trás

Deixe sua adaga

Deixe pra trás


Tire sua armadura

E a deixe pra trás

Foi o trato

Será exibido como troféu

Será a conquista deles


Ande sem olhar pra trás

Uns te olharam com pena e pesar

Outros como vencedores que são

Outros nem te fitarão o olhar

Parte deles apenas matava a sede de sangue

Mas muitos deles sabem do erro


Deixe que o vento te guie

Ande , seus pés não sagrarão

É a vitalidade da terra que pisa

Vista a capa aveludada que vais encontrar

Vai te proteger do frio e de tudo mais


Siga o vento

Pra uma morada na pedreira

Perto de uma cachoeira

Vai de encontro ao Mestre

Não existe flecha perdida


Dois guerreiros andarão ao seu lado

Escondidos no mato

Um leve como uma serpente

Outro pesado como o estrondo do Trovão


Em um pasto , outro te mostrará o caminho

O caminho das pedras e do vento

Da essência dele

Siga


Encontrará outros dois

Te reconhecerão pela capa que vestes

Vão te ensinar a arte da guerra

O porquê das armas

O porquê da agilidade do corpo


Vais encontrar o mar

Terás que atravessar

Mas um capitão também vai lhe ajudar

Ele fala de saudade

Fala das coisas do mar

Fala que lá tudo se gera

E lá , tudo morrerá

Mas não você

Ainda não


Verás ao longe a Terra Prometida

E o Mestre lhe dirá

Sei que cansado estás

Não desanime

Tudo passará


E dentro da gruta na pedreira

Dentro da cachoeira

Uma grande bigorna e fogueira a queimar

O Senhor do Ferro avisa

Tudo novo construirás

Nova armadura

Novo escudo

Nova adaga

Mas as espadas acabei de aprumar

Daquelas 7

Só uma vou te dar

Leve essa lança

Essa sim , vai mais te representar


Não é uma lança qualquer

É meu estandarte

É um presente para dar-te

Pra provar pro mundo

Que és filho de Marte

E nada menos

Que és também filho de Vênus


Força maior do que o Amor

Não há


E o velho mestre termina

Ainda não acabou

E ainda vão voltar


Mas sozinho a partir de agora não estais

Mas confronto dessa vez não haverá

Temerão o rugido do Leão

Temerão o Búfalo a rufar

Mas muito mais que isso

Temerão a luz azul que te acompanha

Perderão a vontade da guerra

Vendo seus olhos brilhar

Temerão mais ainda

Quando em seus olhos uma lágrima cair


Entenderão que não terão saída

Que a Guerra nunca foi vencida

Porque Guerra nunca houve

Levarão da vida suave açoite

E na segunda chibatada

Defendida pelo seu escudo

Ouvirei você dizer

Pai , de nada eles sabiam

Só eu sei porque caminhei sozinho

E tal infortúnio não desejo há ninguém


Sou filho de Rei e de Guerreira

Sou essência de Amor e de Lei

Rogo então ao Criador

Clamando minha majestade

Perdoe à todos

Nunca houve tal maldade

E que a Paz reine por toda a Eternidade .


( Famigerado Caderno , pag 102 –  Outubro de 2019 – Tatuí SP )

#coroa #cavaleiro #luzazul #criador #rei #guerreira #filho #paz





20 visualizações
Perfil-Market9.jpg

Market9 Brasil desde 2016.

Aclimação | São Paulo/SP | Brasil

  • Facebook - círculo cinza